Wednesday, December 05, 2007

Lagos


O que resta da "Bem Haja", abandonada e esquecida, após um passado de vida dura na pesca, junto à doca de Lagos.
Sou Barco
Sou barco abandonado/na praia ao pé do mar./E os pensamentos são/meninos a brincar.
Ouço o fragor da vaga/sempre a bater ao fundo./Escrevo, leio, penso,/passeio neste mundo/de seis passos e sempre o/mar a bater ao fundo...
Ei-lo que salta bravo/e a onda verde-escura/esfarela-se em trigo/de raiva e amargura.
Agora é todo azul/com barras de cinzento/e logo é verde, verde/seu brando chamamento.
O mar, venha a onda forte/por cima do areal./E os barcos abandonados/voltarão a Portugal...
Antonio Borges Coelho

Labels:

5 Comments:

Blogger Vieira Calado said...

Meu caro:
É só para desejar um NATAL FELIZ.
Um abraço

9:42 PM  
Blogger brunobd said...

Desejo-lhe um feliz Natal!

10:32 PM  
Blogger JFS said...

Agradeço e retribuo os votos de Feliz Natal para os meus amigos da caixa de comentários.
Um abraço

11:58 AM  
Blogger efe said...

debrucei-me na borda e o porta-chaves saltou do bolso da camisa e mergulhou nas águas da Praia da Luz. Foi a bordo deste barco, na altura era seu proprietário um amigo meu. Foi nos finais dos anos 70.

11:10 PM  
Blogger JFS said...

A minha vida é um barco abandonado
Infiel, no ermo porto, ao seu destino. Fernando Pessoa

9:42 AM  

Post a Comment

<< Home